Sinais de Sono no Bebê, como reconhecer?

Sinais do Sono do Bebê
Bebês Dicas

A grande maioria das mães que me procura para consultas pensa que, ao se deitar com seu filhote já muito cansado, ele irá dormir melhor.

Há aquelas que não fazem ideia – de quanto em quanto tempo – devem colocar o bebê para dormir e outras que chegam a forçar a criança a manter-se desperta durante o dia para que ela durma melhor à noite.

Saibam que os nossos filhos não vêm com um botão de “on/off” e não se desligam automaticamente quando atingem a exaustão. Pelo contrário. No caso dos bebés, quando estão acordados por muito tempo, ficam normalmente rabugentos e mal-humorados. Precisam de atenção constante, não conseguem ficar sozinhos um minuto e exigem muito colo e movimento.

No caso dos mais “crescidinhos” ficam, frequentemente, cheios de energia. Como se estivessem ligados à corrente elétrica, correm pela casa fazendo uma enorme algazarra tropeçando e caindo por todos os lados.

Se este quadro lhe parece familiar é porque está permitindo que seu filho ultrapasse o estado de “cansaço” e chegue à “exaustão”. E porque devemos evitar este estado? Porque uma pessoa demasiadamente cansada fica irritada, excitada e mais vulnerável. Logo, acalma-se com mais dificuldade e quando chega à cama não está tranquila nem relaxada. É fácil de perceber, não é?

É muito importante entender os sinais de sono do seu pequeno. Se a mãe souber interpretar esses sinais poderá evitar que ele chegue àquela espiral descendente que muitas vezes se transforma em choro e comportamento irritável, o que chamamos de efeito vulcânico.

Os bebês não sabem falar e os pequeninos mais crescidos são ainda muito novos para expressar as suas emoções. Por isso, detectar os sinais é fundamental para perceber quando estão cansados. Se aprender a decifrá-los você conseguirá deitar o seu filho no momento certo – quando estiver com sono, sem estar irritado – e isso vai facilitar muito e ajudar a implementar uma rotina de maneira mais fácil e gradual.

Os sinais de sono mais comuns são:

  • Esfregar ou puxar as orelhas ou o nariz
  • Arquear as costas
  • Olhar distante e parado
  • Irritabilidade
  • Bocejar (sim, OK, este é “básico”)

Mas, como referi, também há bebês que ficam demasiadamente excitados, elétricos e agitados. É mais comum a partir dos 2 anos e é, de fato, um dos sinais que mais confunde os pais.

Na maioria das vezes, os bebês precisam de muito mais tempo de sono do que as mães pensam. É verdade que já atendi mães que colocavam (ou tentavam) pôr os filhos para dormir muitas vezes ao dia, mas, na maioria dos casos, vivem em grande défice de sono. E uma pessoa que não descansa o suficiente não consegue estar alerta e bem-disposta e terá muito mais resistência no momento de se tranquilizar para dormir.

Acredite que você vai conseguir lidar com o cansaço e o soninho do seu filho muito melhor se o deitar (berço/cama) assim que ele começar a dar os primeiros sinais de que está pronto para descansar.

Artigos Relacionados

Vantagens do aleitamento materno para o bebê

Mommy´s Angel

Pesquisa sobre a Primeiríssima Infância revela itens fundamentais para o desenvolvimento infantil

enfaisoldaborba

Como identificar sinais de fome do bebê

Mommy´s Angel

Deixe um Comentário