O que é mastite e como tratar?

O que é mastite e como tratar?
Amamentação

Muitas mulheres criam expectativas com o nascimento de seus filhos e sonham viver momentos de felicidade e tranquilidade no pós-parto, mas quando percebem estão em meio a uma confusão de sentimentos e tomadas pelas dores da amamentação.

Toda a mulher que se torna mãe, sonha com a possibilidade de amamentar o seu filho e cria esperanças quanto a isso. O problema é que nem sempre o primeiro contato do bebê com o seio é tão agradável quanto imagina e desanima com o fato de sentir dor.

A dor nos primeiros dias é natural, mas se ela se evoluir para um grande desconforto, inchaço e vermelhidão é preciso contatar um médico e investigar o problema devido os riscos em desenvolver uma inflamação nas glândulas mamárias. No caso, a mastite.

Não faz ideia do que é a mastite, quais são os seus sintomas e como tratá-la? Confira.

Comum entre mães recentes, mais precisamente as que estão em meio as primeiras semanas de amamentação, a mastite é uma inflamação que acontece no tecido do peito. Ela pode atingir 1 a cada 10 mulheres que amamentam, como apontam os dados do CDC (Centro de controle e prevenção de doenças) dos Estados Unidos.

Ela pode ser desenvolvida por diferentes razões como o ducto lactífero bloqueado, o contato da região dos seios com bactérias e a principal, a estase láctea ou congestão veno- linfática .

A estase ocorre quando o bebê pega o peito incorretamente na amamentação e em razão disso pode fazer com que surjam fissuras no tecido do mamilo favorecendo a entrada de bactérias. Dessa forma, ocorre uma infecção que evolui para inflamação.

Em tese a mastite não vai impedir que a mulher dê continuidade a amamentação, mas isso não significa que deva seguir esse processo sem procurar o auxílio de um médico. Pelo contrário, o médico é indispensável para que a inflamação seja interrompida por meio de cuidados específicos e medicamentos especiais.

Não existem tratamentos reativamente naturais que possam ser feitos sem o devido acompanhamento médico. Na verdade, essa medida pode ser perigosa tanto para a mãe como também ao bebê que corre o risco de ter reações adversas ao tratamento.

Nesse caso, a busca por um médico ou mesmo uma consultora materna-infantil é, sem dúvida, o mais recomendado.

Os sinais e sintomas causados pela mastite

É natural você sentir os peitos mais sensíveis durante a amamentação, mas para não confundir a normalidade com a mastite é preciso ficar atento aos seus sintomas.

Se você está sentindo dores em apenas uma das mamas e elas tem aumentado com frequência ao invés de diminuir (que normalmente é o que acontece), pode ser necessário buscar o auxílio médico para ter uma melhor investigação do problema.

De qualquer forma, é preciso ficar atento aos sinais causados pela mastite, que são:

  • Sensação de febre no seio durante a amamentação;
  • Febre, calafrios e sensação de cansaço;
  • Dores fortes enquanto o bebê se alimenta;
  • Desconforto e inchaço no seio;
  • Vermelhidão na área afetada que pode ter formato de meia-lua;

Cuidados que podem evitar mastite

Existem diferentes cuidados que podem ajudar na prevenção da mastite como é o caso da limpeza da mama antes e após a mamada. Ela pode ser feita com um pano umedecido na água e, para isso, é importante que as mãos da mulher estejam sempre limpas, evitando contaminar o pano e consequentemente transmitir as bactérias para a mama.

Além disso, também é importante se atentar ao excesso de leite no peito, pois isso pode deixar a mama inchada e estimular a proliferação da bactéria na região. Nesse caso, é interessante fazer uma ordenha manual para diminuir a quantidade de leite.

O cuidado com a pega do bebê também é imprescindível para evitar a mastite. Para isso, pode ser interessante contar com a ajuda de profissionais em aleitamento materno (consultoras maternas) que vão oferecer informações, dicas e dentre outros que facilitam o processo da amamentação, assim como evitam o surgimento de outros tipos inflamações.

A melhor forma de evitar dores intensas e o desenvolvimento da mastite é cuidar da região da mama. Caso note algum dos sintomas apresentados neste texto, procure um médico para receber o tratamento ideal que irá evitar as dores e desconfortos.

A Mommy’s Angel está preparada para lhe ajudar nesse processo de amamentação.

Somos especialistas em amamentação e sono infantil e, para qualquer dúvida ou esclarecimento a respeito da mastite você, mãe, pode nos procurar para um bate papo nas redes sociais ou mesmo pelo nosso site, preenchendo o formulário e registrando sua dúvida. Teremos o maior prazer em atendê-la!

Artigos Relacionados

As vantagens do aleitamento materno para mamãe

Mommy´s Angel

Vantagens do aleitamento materno para o bebê

Mommy´s Angel

Colostro, o primeiro alimento do bebê

Mommy´s Angel

Deixe um Comentário