Todos os benefícios do leite materno

Leite materno é o alimento mais saudável que existe

Você sabia que o leite materno é o melhor alimento que você pode oferecer ao seu bebê? Estudos publicados em renomadas revistas como The Lancet, comprovam que a o leite materno é o mais completo alimento para os bebês nos primeiros anos de vida. Ele é tão poderoso que seu uso exclusivo pode evitar 13% das mortes infantis, de até 5 anos de idade, por causas passíveis de prevenção

“Além de proteínas e vitaminas, possui anticorpos, que diminuem os riscos de infecções respiratórias, diarreias, alergias, otites e até previnem doenças crônicas, como hipertensão e diabetes”, explica Cíntia Matieli, fundadora da Mommy’s Angel.

“Então mamãe, não bobeie, ofereça a maior riqueza que o seu corpo produz. O leite materno humano é considerado vivo. Isso quer dizer que sua composição se modifica a cada mamada, pois acompanha as necessidades do bebê”, completa Cíntia.

Para a mãe, o aleitamento traz inúmeras vantagens. É possível perder peso com mais facilidade e ter menos sangramento no pós-parto. Além disso, o risco de desenvolver câncer de mama diminui cerca de 4% a cada 12 meses de amamentação.

Vínculo afetivo

Amamentar fortalece o vínculo afetivo com o bebê, sendo uma excelente maneira de começar uma relação de amizade e carinho duradouros.

Pega correta

Vamos às técnicas corretas do procedimento. O bebê deve ficar totalmente voltado para a mãe, com a cabecinha na altura do mamilo, barriga com barriga. Deve abocanhar não apenas o bico, mas também a aréola ou grande parte dela. Com o bico do peito, estimule o lábio inferior da criança, para que ela abaixe a língua e abra bem a boca. Em seguida, coloque o peito na boca do bebê. O certo é que ele fique com os lábios levemente voltados para fora e aconteça uma “vedação” entre o peito e a boquinha.

Contra rachaduras

Existem pomadas cicatrizantes para rachaduras e fissuras, mas alguns especialistas recomendam apenas o uso do próprio leite, para lubrificar as aréolas, além da exposição dos seios ao ar livre. Tente pular uma ou duas mamadas, tire o leite com as mãos e dê ao bebê imediatamente em um copinho esterilizado. Usar bicos de silicone ou mamadeiras prejudicam o aleitamento, pois o bebê com o tempo não vai querer pegar o peito novamente.

Ambiente é tudo!

Tente amamentar em locais arejados e tranquilos. Muitas pessoas e barulhos podem agitar o bebê. A hora da amamentação é muito importante para o bebê e para a mãe também. Por isso, nada de ficar ansiosa, pensando em outras coisas que precisa fazer, nem mesmo estressada ou nervosa. Esqueça tudo isso mãe, depois você resolve, esse momento da amamentação é para o bebê e você, aproveite para se desligar um pouco do mundo lá fora.

Olha o leite fresquinho descendo!

O leite materno não fica “estocado” no peito, pois é produzido na hora de cada mamada, de acordo com a fome do bebê. Um recém-nascido mama, em média, de oito a 12 vezes ao dia. Isso não quer dizer que o seu leite seja insuficiente ou fraco. Até 6 meses de vida do bebê não é necessário complementar com chás, água, sucos ou papinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *