Quando planejei minha gravidez jurei que não iria me cobrar nada, queria uma maternidade leve e sem muitas regras, só que de uma coisa não queria abrir mão, oferecer o leite materno, seja da forma que fosse.

Achava que a maior dificuldade da amamentação seriam os machucados no bico, então me preparei comprando várias pomadas de cicatrização para mamilos e pensei “se meu mamilo machucar, vou ordenhar e dar na mamadeira, vai ser fácil”, mas não é bem por aí.

Já na maternidade, o pediatra que fez minha sala de parto, por incrível que pareça, não apoiava a amamentação em alguns casos. Meu filho nasceu e me foi mostrado muito rapidamente e, em seguida, enviado para a incubadora por 4 horas sem razão aparente. Quando chegou no quarto veio a notícia, o pediatra mandou dar complemento de 3 em 3 horas porque era um bebe grande (quase 4 kg) e poderia ter hipoglicemia.

Em casa, tentei manter o máximo a amamentação e reduzir as mamadeiras, porém, na revisão com o pediatra do parto, com 10 dias de vida, ele pesou meu bebê e viu que tinha perdido peso. Então, ele fez um terror, falando que isso comprometeria o desenvolvimento intelectual do meu filho.

Meu marido e eu voltamos arrasados para casa e aumentamos as doses e frequências das mamadeiras até que, com 1 mês de vida, meu bebe enfrentou a tão terrível confusão de bicos e já não sabia mais mamar nem no peito nem na mamadeira. Meu mundo caiu, foi então que decidi buscar ajuda.

Pesquisando na internet achei a Mommy’s Angel bem pertinho da minha casa. Entrei em contato e logo que contei minha história, a Cintia reconheceu quem tinha sido o profissional que conduziu meu caso no hospital e me acalmou falando que tudo ia dar certo. Ela marcou logo uma visita domiciliar e quando chegou em casa me empoderou. Avaliou minha mama, minha produção, corrigiu a pega do meu bebê, me ensinou posições diferentes de amamentar, verificou a sucção do meu bebe e muito mais.

A Cintia me acompanhou por vários dias até eu me sentir confiante. Voltou na minha casa e fez uma revisão para ajustar os últimos detalhes. Fiquei maravilhada, pois em 10 dias eu já estava amamentando plenamente!

Pouco tempo depois meu bebe foi diagnosticado com APLV e a amamentação passou a ser primordial para saúde dele. Se não fosse todo o conhecimento, atenção e ajuda da Cintia, não teria conseguido amamentar e hoje meu filho estaria dependente de fórmulas caríssimas e ineficientes para sua alergia.

Muito obrigada por tudo Cintia, sempre lembrarmos de você, tanto eu quanto o gordinho aqui.

Um beijo!